Caso não atendamos a sua chamada, contacte-nos por mensagem para o nosso whatsapp: 919130553

peixe decorativo Fosfatos

Hoje vimos falar um pouco sobre FOSFATOS!

Muito se fala sobre o Ciclo do Azoto, importantíssimo para a maturação química da água de um aquário. Apesar de não serem tão perigosos como os compostos resultantes do ciclo do azoto, os fosfatos, que resultam do ciclo do Fósforo, em elevada concentração levam ao aparecimento de algas!

E não gostamos quando elas aparecem no aquário, certo?

Vamos explicar então um pouco mais sobre este nutriente, como podemos medir a sua concentração e como controlá-los 😉

Os fosfatos (PO43-) são nutrientes importantes e insubstituíveis para todas as plantas, sendo por isso vitais para o metabolismo energético de todas as células. Podem surgir e acumular-se nos aquários através da alimentação, da decomposição de matéria orgânica ou até mesmo por estar presente na água da torneira.

Um equilíbrio dinâmico é obtido se as plantas existentes no aquário mantiverem os fosfatos a um nível mínimo. O aumento descontrolado da concentração de fosfatos tem consequências desastrosas, na medida em que dá origem a um crescimento exponencial de algas.

Em aquários de água salgada, este aumento pode ter consequências ainda mais graves, uma vez que os fosfatos atrasam significativamente o crescimento dos corais duros e dificultam a disposição do carbonato de cálcio, necessário à formação do seu esqueleto calcário.

As plantas absorvem os fosfatos durante a fotossíntese, pelo que é uma das formas de remoção dos fosfatos no aquário. Se a concentração já estiver elevada, deve ter em atenção a composição dos fertilizantes utilizados, pois poderão acrescentar mais fosfatos na água.

As trocas de água regulares são a forma mais eficaz para manter a sua concentração controlada.

Na água salgada, quando a concentração de nitratos é baixa e os fosfatos estão elevados, torna-se um desafio remover os fosfatos do aquário.

Este fenómeno pode ser explicado pelo Coeficiente de Redfield (não iremos explicar este coeficiente nesta publicação para não torná-la muito extensa).

Para calcular a concentração de fosfatos no aquário basta fazerem análises à água.

Para isso podem utilizar testes colorimétricos ou trazer uma amostra de água à nossa loja que nós faremos a devida análise 😉